A Abordagem do Ciclo de Políticas e a Constituição do Currículo em Educação Musical: Usos e implicações

Autores

  • Bruno Felix da Costa Almeida UERGS
  • Cristina Rolim Wolffenbüttel UERGS

Palavras-chave:

Palavras-chave, Educação Musical, Currículo, Abordagem do Ciclo de Políticas.

Resumo

Resumo: O escopo do texto apresenta um recorte da investigação que objetiva elaborar um Currículo em Educação Musical para o contexto da Educação Básica de um dos colégios da Rede Sinodal de Educação, localizado no Rio Grande do Sul, balizada pelo questionamento: Como a Abordagem do Ciclo de Políticas pode contribuir para a elaboração da proposta do Currículo em Educação Musical para a Educação Básica? A metodologia selecionada para seu desenvolvimento consiste na Abordagem Qualitativa (BAUER; GASKELL; ALLUM, 2015) e a Pesquisa Documental (SAMARA; TUPY, 2010) como método Para a análise dos dados coletados optou-se pela Análise de Conteúdo (BARDIN, 2011). A partir da análise dos textos selecionados sobre currículo em Educação e Educação Musical foi possível corroborar que a interpretação da legislação, por parte dos profissionais que atuam em instituições educacionais, bem como as adequações previstas a sua ação em contexto prático, podem contribuir para a transformação do ensino diante das particularidades do campo de atuação docente.

Biografia do Autor

Bruno Felix da Costa Almeida, UERGS

Especialista em Educação Musical pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (2016) e em Ensino de Arte pela Universidade Cidade de São Paulo (2015); Bacharel em Música – Habilitação em Piano, pelo Núcleo de Música da Universidade Cruzeiro do Sul (2010), onde estudou com bolsa de estudos por mérito acadêmico; Formado em Piano pela Escola Municipal de Música – Departamento do Theatro Municipal de São Paulo (2012) e em Teclado pelo Conservatório Musical In’Concert (2002); Atualmente é acadêmico dos cursos de Mestrado Profissional em Educação e Graduação em Música: Licenciatura, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul; além de desenvolver pesquisas na área de Educação, Educação Musical, Psicologia da Aprendizagem e Políticas Educacionais. É membro dos grupos de pesquisa “Educação Musical: diferentes tempos e espaços” (CNPq/UERGS) e "Formação de Professores da Educação Básica: Linguagens e Artes em Contextos Educacionais" (CNPq/UERGS); Tem experiência na área de artes com ênfase em música/ensino/educação e interpretação.

Referências

AHLERT, Alvori. Igreja e escola: desafios atuais para as escolas comunitárias da Igreja Evangélica e Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e sua rede associativa. Revista Actualidades Investigativas em Educación, v. 6, n. 3, set./dez., 2006. Disponível em: <https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/aie/article/download/9224/17692> Acesso em: 10 nov. 2017.

AMORIM, Humberto. O ensino de música nas primeiras décadas do Brasil oitocentista (1808-1922). Opus. V.23, n. 3, dez., 2017. Disponível em: <https://www.anppom.com.br/revista/index.php/opus/article/view/opus2017c2303> Acesso em: 02 mar. 2018.

AQUINO, Thaís Lobosque. Da perspectiva histórica da epistemologia da educação musical escolar: uma análise sobre os saberes musicais na Revista da ABEM e na OPUS – Revista da ANPPOM. OPUS – Revista da ANPPOM. Opus, v. 23, n. 1, abr., 2017. Disponível em: <http://www.anppom.com.br/revista/index.php/opus/article/view/421/414> Acesso em: 02 mar. 2018.

BALL, Stephen J. Education reform: A critical and post-structural approach. Buckingham: Open university Press, 1994.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BECKER, Tiago. A gestão na rede sinodal de educação. Dissertação. Escola Superior de Teologia (EST). Programa de Pós-graduação. Mestrado em Teologia. São Leopoldo, 2014. 120 p. Disponível em: Acesso em: 10 nov. 2017.

BOWE, Richard; BALL, Stephen J.; GOLD, Anne. Reforming education and changing schools: Case studies in policy sociology. London: Routledge, 1992.

FIGUEIREDO, Sergio Luiz Ferreira de; MEURER, Rafael Prim. Educação musical no currículo escolar: uma análise dos impactos da Lei nº 11.769/08. Opus, v. 22, n. 2, dez., 2016. Disponível em: <http://www.anppom.com.br/revista/index.php/opus/article/view/414/391> Acesso em: 02 mar. 2018.

FISCHER, Daniele. et al. Noções naturalizadas de música, arte e criação: desdobramentos a partir de uma leitura da Base Nacional Comum Curricular. Anais XXVI Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música, B. Horizonte, 2016. Disponível em: <http://www.anppom.com.br/congressos/index.php/26anppom/bh2016/paper/view/4141/1303> Acesso em: 02 mar. 2018.

FREITAS, Alexandre Siqueira de. A importância da música e sua pluralidade nos currículos escolares e universitários. Anais XXVI Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música, B. Horizonte, 2016. Disponível em: <http://www.anppom.com.br/congressos/index.php/26anppom/bh2016/paper/view/4315/1378> Acesso em: 02 mar. 2018.

GERTZ, René E. Luteranos gaúchos e política brasileira ao final da Segunda Guerra Mundial. Revista Brasileira e História das Religiões, v. 5, edição especial, jan., 2013. Disponível em: Acesso em: 10 nov. 2017.

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elisabeth. Contribuições de Stephen Ball para o estudo de políticas de currículo. In: BALL, Stephen J.; MAINARDES, Jefferson (Orgs.). Políticas educacionais: questões e dilemas. São Paulo: Cortez, 2011.

MACEDO, Elizabeth. Currículo: política, cultura e poder. Currículos sem Fronteiras, v. 6, n. 2, jul./dez., 2006. Disponível em: Acesso em: 03 de jun. de 2018.

QUADROS JR., João Fortunato Soares de; QUILES, Oswaldo Lorenzo. Música na escola: uma revisão das legislações educacionais brasileiras entre os anos e 1854 e 1961. Revista Música Hodie. Goiânia, v. 12, 2012. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/musica/article/view/21584> Acesso em: 02 mar. 2018.

QUEIROZ, Luis Ricardo Silva. Música na escola: aspectos históricos da legislação nacional e perspectivas atuais a partir da Lei 11.769/2008. Revista da ABEM. Londrina, v. 20, n. 29, jul./dez., 2012. Disponível em: Acesso em: 02 mar. 2018.

ROCHA, Inês de Almeida; GARCIA, Gilberto Vieira. História da Educação Musical no Brasil: reflexões sobre a primeira edição do GT 1.3 – XII Congresso da ABEM (2015). Revista da ABEM. Londrina, v. 24, n. 37, jul./dez., 2016. Disponível em: Acesso em: 02 mar. 2018.

SAMARA, Eni de Mesquita; TUPY, Ismênia Spínola Silveira Truzzi. História & documento e metodologia de pesquisa. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.

SOUZA, Jusamara et al. Audiência pública sobre políticas de implementação da Lei Federal nº 11769/08 na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Revista da ABEM. Porto Alegre, v. 23, mar., 2010. Disponível em: Acesso em: 10 mar. 2018.

VEBER, Andréia. Ensino de música na escola: experiência de um currículo integrado. Anais do XX Congresso da ANPPOM, 2010. Disponível em: <http://antigo.anppom.com.br/anais/anaiscongresso_anppom_2010/ANAIS_do_CONGRESSO_ANPPON_2010.pdf> Acesso em: 02 mar. 2018.

Downloads

Publicado

13/11/2018

Como Citar

Almeida, B. F. da C., & Wolffenbüttel, C. R. (2018). A Abordagem do Ciclo de Políticas e a Constituição do Currículo em Educação Musical: Usos e implicações. Seminário Nacional De Arte E Educação, 26(26), p.214–221. Recuperado de https://www.seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/Anaissem/article/view/556

Edição

Seção

Pesquisa em Andamento

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 > >>